Terça-Feira
22 de Janeiro de 2019
Fundação de São Vicente (1552)  
 
  O quê procura? 
Usuário:  
Senha:  
esqueceu os dados?
cadastre-se gratuitamente
Pensamento
do dia:
"Um Guerreiro da Luz sabe que não pode prever tudo"
(Paulo Coelho)
  Inicial
  A Cidade
  Turismo
  
  NOTÍCIAS
  CONCURSOS
  SAÚDE
  ESPORTES
  CANAL JURÍDICO
  DIÁRIO OFICIAL
  ATAS CÂMARA
  FALECIMENTOS
  AGENDA
  
  Classificados
  Empresas/Serviços
  
  Telefone/Operadora
  
  CEP - superCEP
  Colunistas
  Culinária
  Diversão & Lazer
  Pensamentos
  Piadas
  Telefones
  Torpedos





publicidade




publicidade




publicidade




publicidade




publicidade


Guia de
Empresas
e Serviços

cadastre
grátis

/ Notícias
Notícias
MPT denuncia Prefeitura após ação do SINDSPAM durante crise no transporte público

clique para visualizarSindspam
5 de Dezembro de 2018

O Ministério Público do Trabalho por meio do Procurador do Trabalho, Rafael de Araújo Gomes da Procuradoria do Trabalho de Araraquara, acatou denúncia do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (SINDSPAM) e instaurou inquérito civil contra a Prefeitura Municipal de São Carlos, por conta da municipalidade não ter concedido vale-transporte para os servidores públicos municipais, durante a intervenção que a própria Prefeitura fez na empresa que tinha a concessão do transporte público municipal. Em janeiro de 2018 o sindicato encaminhou ofício ao Prefeito Municipal Airton Garcia requerendo que fosse abonado os atrasos e eventuais faltas dos servidores em razão da intervenção e em razão de referida intervenção naquele dia e em alguns dias posteriores não circulou ônibus na cidade.

Não obstante ao grave problema, após o interventor nomeado pelo prefeito conseguir fazer alguns poucos ônibus (alguns falam em 30% da frota necessária), a empresa que administrava a recarga dos cartões do Vale Transporte se recusou a realizar a recarga dos cartões utilizados como Vale Transporte pelos servidores. Em fevereiro o SINDSPAM encaminhou novo ofício ao prefeito para que o mesmo determinasse que fosse abonado os atrasos e eventuais faltas dos servidores que se utilizavam do Vale Transporte, bem como solicitou que a medida fosse estendida até a regularização/normalização do fornecimento do Vale Transporte. Ocorreu que a Administração não conseguiu regularizar a situação e para piorar realizou o desconto do Vale Transporte dos salários dos servidores que sequer tiveram a recarga realizada em seus cartões. O Ministério Público após receber a denúncia do SINDSPAM, intimou a Prefeitura Municipal para prestar informações que na época afirmou que o problema já teria sido regularizado, e que o mesmo foi causado pelo comportamento da empresa que administrava o cartão do vale-transporte. Este problema persistiu no período entre 23 de janeiro a 01 de abril (período que durou a intervenção).

A Prefeitura foi intimada a comprovar a aplicação de sanções contratuais à empresa administradora do cartão que gerou injustificadamente, tamanho transtorno ao ente público e seus funcionários. O Ministério Público solicitou para que a Administração narrasse os passos que foram tomados para a substituição da empresa. Na resposta a Secretaria Municipal de Transporte, informou que o Município não teria aplicado nenhum tipo de sanção à empresa.

O Ministério Público ainda questionou a Prefeitura para que ela comprovasse o abono dos atrasos e faltas no período reconhecido em sua resposta, relativamente a tais servidores.

Em resposta a Secretaria Municipal de Administração, informou que não concedeu nenhum tipo de abono das faltas justificadas. Tal postura foi assumida apesar de o Município ter, simultaneamente, apresentado documentos confirmando que numerosos trabalhadores usavam vale transporte e que não tinham saldo suficiente no cartão/vale transporte.

O Departamento Jurídico do SINDSPAM, ainda informou ao MP que a Administração chegou a sugerir para que os servidores adquirissem por meios próprios 50 passes na loja da empresa que operava o serviço na cidade e que apresentasse um recibo oficial para ser reembolsado. Tal prática é vedada pela legislação. Outra sugestão dada pela Administração era a de que o SINDSPAM auxiliasse os servidores que não tivessem recursos financeiros para aquisição dos 50 passes, emprestando o dinheiro aos mesmos.

Os documentos que foram apresentados pela Prefeitura confirmaram que ela se limitou a providenciar o reembolso de dinheiro a servidores que seguiram sua “solução”, não tendo abonado as faltas dos que não seguiram tal imposição. Após ouvir as partes o Ministério Público constatou que de fato os servidores foram prejudicados pela falta do fornecimento do vale transporte. “Ora, o não fornecimento deliberado do vale-transporte pelo Município restou evidente, eis que confirmado pelo próprio Município, em suas manifestações e anúncios aos meios de comunicação.

Ao deixar de fornecer os vales-transportes durante todo o período de  intervenção da empresa de transporte coletivo (23/01/2018 a 01/04/2018), o Município não apenas sonegou direito legalmente reconhecido, como repassou ao trabalhador um custo que não é dele, mas do empregador. Premidos por condições economicamente desfavoráveis, muitos trabalhadores aceitaram, pelo que se vê, as condições impostas pelo Município, de arcar com o vale-transporte, e acabaram financiando do próprio bolso a manutenção do contrato de emprego. Conclui-se que o Município violou os dispositivos legais supracitados, na medida em que não forneceu os vales-transportes suficientes para o deslocamento dos empregados entre residência-trabalho e vice-versa, bem como efetuou descontos salariais indevidos, enquanto estes não receberam o vale-transporte e não conseguiram chegar ao trabalho.

Do mesmo modo, incorreu na violação quando transmitiu aos trabalhadores a responsabilidade em arcar com tais custos, constrangendo os funcionários a adquirir passagens por conta própria (não sopesando se teriam ou não recurso para isso), e, como se não bastasse, pretendeu interferir na liberdade sindical e administração do sindicato, buscando junto aos meios de comunicação lançar mácula sobre o ente sindical por não ter este aceitado suportar o ônus financeiro que é do empregador”, citou o Ministério Público em seu despacho.

Na ação proposta o Ministério Público do Trabalho está pedindo a condenação da Prefeitura  Municipal e que cumpra às seguintes obrigações:

a) assegurar aos servidores públicos municipais o vale-transporte, sempre que atingidas as condições legais para o benefício, para custeio das despesas de deslocamento residência-trabalho e vice-versa, de modo a contemplar todo o percurso percorrido, em conformidade com o art. 4º da Lei nº 7.418/85 e art. 2º do Decreto nº 95.247/87, sob pena de multa diária no valor de R$2.000,00 (dois mil reais), por trabalhador atingido;

 b) na eventualidade de ocorrer motivo imprevisível, alheio à vontade e ao comportamento do réu, que gere obstáculo transitório à utilização do vale-transporte pelos servidores municipais, reconhecer como justificada a falta ao labor do servidor que utiliza vale-transporte para deslocamento da residência ao trabalho e vice-versa, sob pena de multa de R$5.000,00, por trabalhador e por dia objeto de desconto salarial indevido;

c) abonar no prazo de 30 dias as faltas ao trabalho no período de 23/01/2018 a 01/04/2018 de todos os servidores municipais que fazem uso do vale-transporte e não dispunham de crédito suficiente no cartão para deslocamento ao trabalho e retorno à residência em todo esse período, sob pena de multa diária de R$5.000,00, por trabalhador;

d) pagar aos trabalhadores que se enquadrem na hipótese referida no item “c” acima, mas que se encontrem, à época da execução neste feito, removidos dos quadros do Município (sem que até a data da extinção do contrato tivessem as faltas sido abonadas), quantia equivalente a um dia de salário por falta não abonada no período mencionado;

e) indenizar o dano moral coletivo mediante o pagamento de quantia não inferior a R$50.000,00 (cinquenta mil reais), valor que deverá ser destinado a projetos, iniciativas e/ou campanhas que revertam em benefício dos trabalhadores coletivamente considerados em municípios abrangidos pela circunscrição desta Vara do Trabalho, a serem especificados em liquidação, mediante indicação pelo Ministério Público do Trabalho e aprovação por este Juízo.

f) o deferimento, em sentença condenatória, da tutela provisória relativamente aos pedidos de letras “a” e “pb” supra, para cumprimento imediato, sob pena de multa, a contar da intimação.

g) a citação do reclamado para, querendo, comparecer à audiência e nela apresentar a defesa que tiver, com o regular processamento do feito, até seu final, julgando-se os pedidos totalmente procedentes.

A data da audiência na Justiça do Trabalho ainda não foi marcada.

Imagens relacionadas:

   
 
Compartilhe essa notícia
Faça um comentário
sobre esta notícia
    Envie/indique esta
notícia por email
 
         

publicidade
1
2
3
4
5
6
slide


:: Últimas Notícias
Pesquisa avalia qualidade de vida de mães trabalhadoras
Uma pesquisa de mestrado, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional (PPGTO) da UFSCar, tem como objetivo verificar a associação entre uso do ...
Pesquisa da UFSCar recebe prêmio internacional de inovação em Materiais
Um trabalho desenvolvido no Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) - sediado na UFSCar - recebeu o Prêmio Inovação 2018 da Nano-Micro Conference(Nano-Micro ...
Sindspam e Uniodonto lançam nova campanha de adesão com carência reduzida
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de São Carlos (Sindspam) e a Uniodonto, iniciaram mais uma campanha promocional. De 21 de janeiro até 19 de ...
ACISC convida para entrega dos prêmios de Natal
A Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC), realizou no dia 28 de dezembro de 2018, o grande sorteio da promoção de Natal, que premiou 34 ...
Assembleia Legislativa convoca vereador Julio Cesar para assumir vaga de deputado estadual
 A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) convocou o  vereador Julio Cesar  para assumir uma vaga como deputado estadual por 40 dias, de 5 de fevereiro a 15 de ...
Praça do Jardim Pureza recebe limpeza a pedido do vereador Moisés Lazarine
O vereador Moisés Lazarine destacou que, em atendimento a pedido de sua autoria, a Prefeitura realizou na semana passada a limpeza da praça situada na rua Maestro João Seppe com ...
Robertinho Mori destaca evento alusivo ao Dia Municipal de Combate à Intolerância Religiosa
O vereador Roberto Mori Roda (PSDB) destacou a importância da realização em São Carlos, neste dia 21 de janeiro, de evento alusivo ao “Dia Municipal de Combate ...
Após pedido da vereadora Cidinha, praça na Vila Brasília recebe serviço de limpeza
Atendendo ao pedido da vereadora Cidinha do Oncológico (SD), a Prefeitura realizou o serviço de limpeza da praça localizada na rua Venezuela, entre os bairros Vila ...
São Carlos pede ao presidente do Tribunal de Justiça uma vara especializada para Infância e Juventude
O prefeito Airton Garcia, acompanhado da secretária de Cidadania e Assistência Social, Glaziela Solfa Marques, e do Juiz da Segunda Vara Criminal, Cláudio do Prado Amaral, se ...
Educação: Projeto Férias começa quarta-feira
A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Educação, comunica que nesta quarta-feira, dia 23 de janeiro, tem início o Projeto Férias 2019. Esse ...
Nova política tarifária da Área Azul Digital de São Carlos entra em vigor em 28 de Janeiro
As novas tarifas da Área Azul Digital de São Carlos entrarão em vigor no dia 28 de janeiro. Os novos valores do estacionamento rotativo da cidade serão de R$0,95 (30 ...
Deborah Secco mostra os diferenciais do T-Cross em campanha digital da Volkswagen
A ação integra a campanha de pré-lançamento do modelo e ressalta suas tecnologias exclusivas, como o Park Assist 3.0 e o Detector de Fadiga  Assista aos vídeos ...
Escola de Verão em Química da UFSCar está com inscrições abertas
De 18 a 22 de fevereiro, o Departamento de Química (DQ) da UFSCar realiza a XXXIX Escola de Verão em Química "Prof. Dr. José Tércio B. Ferreira", com o ...
Edson Ferreira aponta risco de acidentes e pede reparos em asfalto no Jardim Botafogo
O vereador Edson Ferreira (PRB), protocolou na última terça-feira um requerimento à Prefeitura, solicitando providencias em relação aos buracos no asfalto da rua ...
Julio Cesar cobra agilidade no tapa buraco e cita cratera em frente à USF do Itamarati
O vereador Julio Cesar (PR) informou que vem recebendo diversos pedidos de providências na massa asfáltica em diversos bairros e cobrando um posicionamento mais ágil por parte da ...
Vereadora Cidinha pede serviço de limpeza no bairro Eduardo Abdelnur
A vereadora Cidinha do Oncológico (SD) protocolou nesta quinta-feira (17), indicação ao prefeito Airton Garcia para que determine ao setor competente a execução de ...
Preocupado com possível surto de dengue, Lucão agenda reunião para discutir medidas preventivas na cidade
O presidente da Câmara Municipal, vereador Lucão Fernandes (MDB), e ex-presidente da Comissão de Saúde do Legislativo, preocupado com um possível surto de dengue na ...
São Carlos recebe partida válida pelas quartas de final da Copa SP
A bola continua rolando no Estádio Luis Augusto de Oliveira (Luisão), em São Carlos. Nesta quinta-feira, dia 17 de janeiro, a partir das 19h15, a cidade recebe mais uma partida ...
Secretária de Gestão de Pessoas estreia PrefAOVIVO
A reestruturação administrativa foi o tema da primeira transmissão do PrefAOVIVO, um novo projeto da Prefeitura de São Carlos iniciado nesta quarta-feira (16), com uma ...
Escolas municipais recebem serviços de manutenção antes das voltas às aulas
A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Educação, está realizando reparos em todas as unidades da rede municipal de ensino composta por 48 Centros ...
pesquisar notícias + MAIS NOTÍCIAS


Relação de Feriados e Pontos Facultativos
:: Eventos/Agenda
:: Mais lidas
» Publicidade





 
 

indique nosso site

adicione em seu Favoritos

defina como sua página inicial

| QUEM SOMOS | PUBLICIDADE | FALE CONOSCO | PRIVACIDADE | REGRAS |

| BLACK FRIDAY PROMOÇÕES | DIA DO CONSUMIDOR PROMOÇÕES | CYBER MONDAY PROMOÇÕES |
| BOXING DAY PROMOÇÕES | BLACK DECEMBER PROMOÇÕES |
| GERADOR DE CUPONS |

São Carlos Oficial é um serviço desenvolvido e oferecido por StrZero Soluções Digitais.

Copyright© 2019 - StrZero Soluções Digitais.
Todos direitos reservados. All rights reserved.