Domingo
19 de Maio de 2019
Dia do Advogado  
 
  O quê procura? 
Usuário:  
Senha:  
esqueceu os dados?
cadastre-se gratuitamente
Pensamento
do dia:
"O mundo está nas mãos daqueles que têm coragem de sonhar, e correr o risco de viver seus sonhos"
(Paulo Coelho)
  Inicial
  A Cidade
  Turismo
  
  NOTÍCIAS
  CONCURSOS
  SAÚDE
  ESPORTES
  CANAL JURÍDICO
  DIÁRIO OFICIAL
  ATAS CÂMARA
  FALECIMENTOS
  AGENDA
  
  Classificados
  Empresas/Serviços
  
  Telefone/Operadora
  
  CEP - superCEP
  Colunistas
  Culinária
  Diversão & Lazer
  Pensamentos
  Piadas
  Telefones
  Torpedos





publicidade




publicidade




publicidade




publicidade




publicidade


Guia de
Empresas
e Serviços

cadastre
grátis

/ Notícias
Notícias
MPT denuncia Prefeitura após ação do SINDSPAM durante crise no transporte público

clique para visualizarSindspam
5 de Dezembro de 2018

O Ministério Público do Trabalho por meio do Procurador do Trabalho, Rafael de Araújo Gomes da Procuradoria do Trabalho de Araraquara, acatou denúncia do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (SINDSPAM) e instaurou inquérito civil contra a Prefeitura Municipal de São Carlos, por conta da municipalidade não ter concedido vale-transporte para os servidores públicos municipais, durante a intervenção que a própria Prefeitura fez na empresa que tinha a concessão do transporte público municipal. Em janeiro de 2018 o sindicato encaminhou ofício ao Prefeito Municipal Airton Garcia requerendo que fosse abonado os atrasos e eventuais faltas dos servidores em razão da intervenção e em razão de referida intervenção naquele dia e em alguns dias posteriores não circulou ônibus na cidade.

Não obstante ao grave problema, após o interventor nomeado pelo prefeito conseguir fazer alguns poucos ônibus (alguns falam em 30% da frota necessária), a empresa que administrava a recarga dos cartões do Vale Transporte se recusou a realizar a recarga dos cartões utilizados como Vale Transporte pelos servidores. Em fevereiro o SINDSPAM encaminhou novo ofício ao prefeito para que o mesmo determinasse que fosse abonado os atrasos e eventuais faltas dos servidores que se utilizavam do Vale Transporte, bem como solicitou que a medida fosse estendida até a regularização/normalização do fornecimento do Vale Transporte. Ocorreu que a Administração não conseguiu regularizar a situação e para piorar realizou o desconto do Vale Transporte dos salários dos servidores que sequer tiveram a recarga realizada em seus cartões. O Ministério Público após receber a denúncia do SINDSPAM, intimou a Prefeitura Municipal para prestar informações que na época afirmou que o problema já teria sido regularizado, e que o mesmo foi causado pelo comportamento da empresa que administrava o cartão do vale-transporte. Este problema persistiu no período entre 23 de janeiro a 01 de abril (período que durou a intervenção).

A Prefeitura foi intimada a comprovar a aplicação de sanções contratuais à empresa administradora do cartão que gerou injustificadamente, tamanho transtorno ao ente público e seus funcionários. O Ministério Público solicitou para que a Administração narrasse os passos que foram tomados para a substituição da empresa. Na resposta a Secretaria Municipal de Transporte, informou que o Município não teria aplicado nenhum tipo de sanção à empresa.

O Ministério Público ainda questionou a Prefeitura para que ela comprovasse o abono dos atrasos e faltas no período reconhecido em sua resposta, relativamente a tais servidores.

Em resposta a Secretaria Municipal de Administração, informou que não concedeu nenhum tipo de abono das faltas justificadas. Tal postura foi assumida apesar de o Município ter, simultaneamente, apresentado documentos confirmando que numerosos trabalhadores usavam vale transporte e que não tinham saldo suficiente no cartão/vale transporte.

O Departamento Jurídico do SINDSPAM, ainda informou ao MP que a Administração chegou a sugerir para que os servidores adquirissem por meios próprios 50 passes na loja da empresa que operava o serviço na cidade e que apresentasse um recibo oficial para ser reembolsado. Tal prática é vedada pela legislação. Outra sugestão dada pela Administração era a de que o SINDSPAM auxiliasse os servidores que não tivessem recursos financeiros para aquisição dos 50 passes, emprestando o dinheiro aos mesmos.

Os documentos que foram apresentados pela Prefeitura confirmaram que ela se limitou a providenciar o reembolso de dinheiro a servidores que seguiram sua “solução”, não tendo abonado as faltas dos que não seguiram tal imposição. Após ouvir as partes o Ministério Público constatou que de fato os servidores foram prejudicados pela falta do fornecimento do vale transporte. “Ora, o não fornecimento deliberado do vale-transporte pelo Município restou evidente, eis que confirmado pelo próprio Município, em suas manifestações e anúncios aos meios de comunicação.

Ao deixar de fornecer os vales-transportes durante todo o período de  intervenção da empresa de transporte coletivo (23/01/2018 a 01/04/2018), o Município não apenas sonegou direito legalmente reconhecido, como repassou ao trabalhador um custo que não é dele, mas do empregador. Premidos por condições economicamente desfavoráveis, muitos trabalhadores aceitaram, pelo que se vê, as condições impostas pelo Município, de arcar com o vale-transporte, e acabaram financiando do próprio bolso a manutenção do contrato de emprego. Conclui-se que o Município violou os dispositivos legais supracitados, na medida em que não forneceu os vales-transportes suficientes para o deslocamento dos empregados entre residência-trabalho e vice-versa, bem como efetuou descontos salariais indevidos, enquanto estes não receberam o vale-transporte e não conseguiram chegar ao trabalho.

Do mesmo modo, incorreu na violação quando transmitiu aos trabalhadores a responsabilidade em arcar com tais custos, constrangendo os funcionários a adquirir passagens por conta própria (não sopesando se teriam ou não recurso para isso), e, como se não bastasse, pretendeu interferir na liberdade sindical e administração do sindicato, buscando junto aos meios de comunicação lançar mácula sobre o ente sindical por não ter este aceitado suportar o ônus financeiro que é do empregador”, citou o Ministério Público em seu despacho.

Na ação proposta o Ministério Público do Trabalho está pedindo a condenação da Prefeitura  Municipal e que cumpra às seguintes obrigações:

a) assegurar aos servidores públicos municipais o vale-transporte, sempre que atingidas as condições legais para o benefício, para custeio das despesas de deslocamento residência-trabalho e vice-versa, de modo a contemplar todo o percurso percorrido, em conformidade com o art. 4º da Lei nº 7.418/85 e art. 2º do Decreto nº 95.247/87, sob pena de multa diária no valor de R$2.000,00 (dois mil reais), por trabalhador atingido;

 b) na eventualidade de ocorrer motivo imprevisível, alheio à vontade e ao comportamento do réu, que gere obstáculo transitório à utilização do vale-transporte pelos servidores municipais, reconhecer como justificada a falta ao labor do servidor que utiliza vale-transporte para deslocamento da residência ao trabalho e vice-versa, sob pena de multa de R$5.000,00, por trabalhador e por dia objeto de desconto salarial indevido;

c) abonar no prazo de 30 dias as faltas ao trabalho no período de 23/01/2018 a 01/04/2018 de todos os servidores municipais que fazem uso do vale-transporte e não dispunham de crédito suficiente no cartão para deslocamento ao trabalho e retorno à residência em todo esse período, sob pena de multa diária de R$5.000,00, por trabalhador;

d) pagar aos trabalhadores que se enquadrem na hipótese referida no item “c” acima, mas que se encontrem, à época da execução neste feito, removidos dos quadros do Município (sem que até a data da extinção do contrato tivessem as faltas sido abonadas), quantia equivalente a um dia de salário por falta não abonada no período mencionado;

e) indenizar o dano moral coletivo mediante o pagamento de quantia não inferior a R$50.000,00 (cinquenta mil reais), valor que deverá ser destinado a projetos, iniciativas e/ou campanhas que revertam em benefício dos trabalhadores coletivamente considerados em municípios abrangidos pela circunscrição desta Vara do Trabalho, a serem especificados em liquidação, mediante indicação pelo Ministério Público do Trabalho e aprovação por este Juízo.

f) o deferimento, em sentença condenatória, da tutela provisória relativamente aos pedidos de letras “a” e “pb” supra, para cumprimento imediato, sob pena de multa, a contar da intimação.

g) a citação do reclamado para, querendo, comparecer à audiência e nela apresentar a defesa que tiver, com o regular processamento do feito, até seu final, julgando-se os pedidos totalmente procedentes.

A data da audiência na Justiça do Trabalho ainda não foi marcada.

Imagens relacionadas:

   
 
Compartilhe essa notícia
Faça um comentário
sobre esta notícia
    Envie/indique esta
notícia por email
 
         

publicidade
1
2
3
4
5
6
slide


:: Últimas Notícias
Confira a localização dos Radares Móveis de Velocidade desta terça-feira (16/04/2019)
Nesta terça-feira (16/04/2019), a fiscalização eletrônica de velocidade estará nos seguintes pontos: Radar 1 - Rua Ray Wesley Herrick (Centro/Bairro) 50 Km/h Radar 2 ...
Iguatemi São Carlos recebe Feira dos Países pela segunda vez
Até o dia 12 de maio, os visitantes do Iguatemi São Carlos poderão apreciar e comprar trabalhos artesanais produzidos por famílias e comunidades que vivem da arte no Peru, ...
Plano de Saúde dos Servidores Municipais não vai onerar cofres públicos
Um sonho do funcionalismo público municipal de São Carlos está prestes a se tornar realidade. A conquista do plano de saúde aos servidores. Um importante passo foi dado na ...
Empresas não atendem edital e não conseguem habilitação para fornecimento de ovos de Páscoa
A Prefeitura de São Carlos, por meio da Comissão Permanente de Licitações, comunica que o processo licitatório para a contratação de empresa para ...
A dupla sertaneja Rick e Renner se apresenta neste domingo (14/04) em Água Vermelha
A dupla sertaneja Rick e Renner se apresenta neste domingo (14/4), a partir das 19h, no distrito de Água Vermelha. O show estava programado para a 17ª. Festa do Milho de Água ...
Campanha de vacinação contra influenza começa na próxima quarta-feira
A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa na próxima quarta-feira, 10 de abril e seguirá até o dia 31 de maio. OMinistério ...
Exposição Fotográfica “São Carlos Revelada” - Março/2019
A Fundação Pró-Memória de São Carlos comunica que a Exposição “São Carlos Revelada” ficará disponível para visitas ...
Confira a localização dos Radares Móveis de Velocidade desta terça-feira (12/03/2019)
Nesta terça-feira (12/03/2019), a fiscalização eletrônica de velocidade estará nos seguintes pontos: Radar 1 - Av.Dr. Heitor José Realli (Rodovia/Bairro) 60 ...
Prefeitura inicia construção de novas passarelas na região do SESC
A empresa vencedora do processo licitatório para a construção depassarelas de concreto sobre o Córrego do Gregório, na avenida Comendador Alfredo Maffei, na ...
Mais 150 pacientes sus passarão por consulta oftalmológica no AME de Américo Brasiliense - Março/2019
A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Saúde, conseguiu mais 150 consultas oftalmológicas para avaliação pré-operatória de pacientes ...
UFSCar divulga resultado da 3ª chamada
A UFSCar divulgou nesta sexta-feira, 1º de março, o resultado da terceira chamada, com a lista das pessoas convocadas para matrícula dentre as que compareceram para manifestar ...
ACISC orienta: 4 dicas para vender mais no Carnaval
Embora não seja considerado feriado nacional, estadual ou municipal, o Carnaval, que este ano será comemorado no dia 5 de março, é uma das datas mais aguardadas pelos ...
Comissão de Educação da Câmara quer discussão sobre projeto que altera Conselho de Cultura
A Comissão de Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal, em reunião nesta sexta-feira (1), decidiu encaminhar ...
Paraná Filho propõe alterar lei de benefícios à Tecumseh para frear demissões em massa
O vereador Paraná Filho (PSB) protocolou nesta sexta-feira (1) na Câmara Municipal, um projeto de lei que visa alterar dispositivos da Lei Municipal n° 18.934, de 13 de dezembro de ...
Comissão em Defesa da Vida faz reunião sobre lei que permite acompanhamento de doulas na maternidade
Os vereadores da Comissão de Estudos em Defesa da Vida e da Família Luis Enrique Kiki (presidente) Edson Ferreira e Moises Lazarine, participaram  na manhã desta  ...
Time de Futsal de São Carlos deve ter partida transmitida pela SPORTV
O produtor executivo da SporTV/Globo, Marcelo Zazzera, esteve na tarde desta quinta-feira (28/2), em São Carlos, para conhecer as instalações do Ginásio Milton Olaio ...
“Guia Informativo Escolas Municipais 2019” começa ser entregue pela prefeitura de São Carlos
A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria de Educação, iniciou nesta sexta-feira (1/3), a entrega do “Guia Informativo Escolas Municipais 2019”, material ...
IPTU 2019: Pagamento segue até 28 de fevereiro, mas é necessário imprimir novo boleto
A Prefeitura de São Carlos disponibiliza a partir desta sexta-feira (22), um novo boleto para pagamento do IPTU-2019, sem juros e multas. O contribuinte que não efetuou o pagamento do ...
Time de Assuntos Corporativos e Relações com a imprensa da Volkswagen ganha nova área com foco no Digital
Executiva tem o desafio de expandir a atuação da área no mundo digital e ampliar o foco no segmento de tecnologia  Em 2018, Claudia foi finalista do Prêmio ...
Pesquisadores da UFSCar desenvolvem sensor de ozônio altamente seletivo
Embora estejamos acostumados a associar o ozônio (O3) à nossa proteção - já que, em altas altitudes, é essencial para filtrar e amenizar os efeitos da ...
pesquisar notícias + MAIS NOTÍCIAS


Relação de Feriados e Pontos Facultativos
:: Eventos/Agenda
:: Mais lidas
» Publicidade





 
 

indique nosso site

adicione em seu Favoritos

defina como sua página inicial

| QUEM SOMOS | PUBLICIDADE | FALE CONOSCO | PRIVACIDADE | REGRAS |

| BLACK FRIDAY PROMOÇÕES | DIA DO CONSUMIDOR PROMOÇÕES | CYBER MONDAY PROMOÇÕES |
| BOXING DAY PROMOÇÕES | BLACK DECEMBER PROMOÇÕES |
| GERADOR DE CUPONS |

São Carlos Oficial é um serviço desenvolvido e oferecido por StrZero Soluções Digitais.

Copyright© 2019 - StrZero Soluções Digitais.
Todos direitos reservados. All rights reserved.